Domingo, 16 de dezembro de 2018 - R.C. de Curitiba Oeste - Distrito 4730 - © 2013
   | | | | |
 
   
Rotary Club de Curitiba Oeste Rotary Club de Curitiba Oeste

Rotary Club de Curitiba Oeste Tudo sobre Rotary Rotary Club de Curitiba Oeste Notícia do Curitiba Oeste Rotary Club de Curitiba Oeste Notícias e Informações

 

Dr. Bigarella recebe o Pritaneu 2002

29/10/2002

José BigarellaEm almoço realizado no último dia 22, quarta-feira, nas dependências da Fundação da Unidade Rotária - FUR, o Rotary Club de Curitiba Oeste concedeu ao Professor João José Bigarella, o título de Pritane 2002, dando continuidade ao programa denominado Pritaneu que anualmente, no mês de Outubro, agracia Profissionais Notáveis que apresentaram e apresentam boa reputação e ilibada conduta, no campo das atividades econômicas e sociais, públicas ou privadas.

O Professor Bigarella ao lado da esposa Iris e da filha Mônica Ruaro e do Genro Claudio Ruaro, recebeu a homenagem num evento que foi prestigiado pela Pritane de 1999, Professora EDITE PIZZATTO, e por inúmeros rotarianos e amigos.

O referido título pode ser concedido a qualquer pessoa indicada para membro do Pritaneu pelos Companheiros do Oeste e referendada pelo seu Conselho Diretor.

O Título Pritaneu foi uma inspiração do Diretor de RI 1983/1985 Guido Arzua, em 1990. Desde então já foram agraciadas as seguintes personalidades de nossa sociedade:

- em 1990 o Pastor e Professor OSWALDO SOEIRO EMRICH e o Professor Dr. RICARDO PASQUINI;

- em 1991 a segunda edição do Programa foi CANCELADA devido ao não comparecimento do Gov. Jaime Lerner;

- em 1992 o Professor Dr. JULIO CEZAR UILI COELHO e a Professora MARIA DE LOURDES CANZIANI;

- em 1993 o Empresário Dr. FRANCISCO CUNHA PEREIRA Fº e o Médico e Prof. LUIZ ROBERTO GOMES VIALLE;

- em 1994 o Botânico e Prof. GERDT G. HATSCHBACH;

- em 1995 o Engº Agrônomo HELIO PIMENTEL;

- em 1996 a Prof. e Poetisa HELENA KOLODY;

- em 1997 o Engº Arquiteto RUBENS MEISTER;

- em 1998 o Biólogo Geneticista NEWTON FREIRE MAIA;

- em 1999 a Professora EDITE PIZZATTO;

- em 2000 a Sanitarista ZILDA ARNS NEUMANN;

- em 2001 o EGD 1976/1977, Companheiro IVO ARZUA PEREIRA;

E desta feita o Professor JOÃO JOSÉ BIGARELLA.

Para instituição deste notável programa, o Companheiro Guido inspirou-se na Grécia antiga, onde havia uma instituição denominada Pritaneu. Era o lugar de reunião dos Pritanes, acompanhados de grande número de funcionários públicos e certos cidadãos, a quem se concedia tal privilégio em recompensa por expressivos serviços prestados à Pátria. Por extensão, o Pritaneu era um estabelecimento fundado em favor dos Beneméritos da Pátria.

O companheiro Helmuth Kampmann fez a leitura do vasto currículo do Professor Bigarella, que reproduzimos abaixo:

João José Bigarella, nascido em Curitiba (PR), filho de José João e Ottilia Schaffer Bigarella, formou-se em Ciências Químicas (1944), Química Industrial (1945) e Engenharia Química (1953). Na Química, seu trabalho dedicou-se principalmente à prospecção e análise de matéria-prima mineral para a indústria do cimento. O contínuo trabalho no campo em contato com a natureza, fez com que abandonasse o laboratório químico e se dedicasse intensamente à geologia e, mais tarde, à defesa ambiental.

Ingressou no serviço público em 1945 no Instituto de Biologia e Pesquisas Tecnológicas (IBPT) e pouco mais tarde no ensino superior tornando-se Catedrático de Mineralogia e Geologia Econômica da Universidade Federal do Paraná em 1956. Colaborou na implantação de Cursos de Pós-Graduação nas Universidades Federais de Pernambuco, Bahia, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, bem como na Universidade de São Paulo. Desde 1985 é Professor Visitante da Universidade Federal de Santa Catarina e bolsista do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

É membro da Academia Brasileira de Ciências e da Academia Latino-Americana de Ciências. Entre 1973 e 1976 foi membro do Programa Internacional de Correlação Geológica da UNESCO - União Geológica Internacional; seu vice-presidente de 1975 a 1976.

Foi membro do corpo editorial das revistas Marine Geology e Palaeogeography, Palaeoclimatology, Palaeoecology, editadas na Holanda e da revista Catena publicada na Alemanha.

Realizou pesquisas geológicas e geográficas em vários países da América do Sul e da África, interessado principalmente nos problemas relacionados com a deriva continental.

Publicou 212 trabalhos científicos no Brasil e no exterior (Estados Unidos, Canadá, Inglaterra, Holanda, Alemanha, Rússia e África do Sul). De 1974 a 1994 foi presidente da ADEA (Associação de Defesa e Educação Ambiental) tendo sido responsável pela montagem dos Museus Ecológicos da Reserva Biológica do Cambuí (Curitiba) e de Matinhos.

Títulos

Bacharel (Química) - 1943.
Químico industrial - 1945.
Engenheiro químico - 1953.
Doutor (Física e Química) - Universidade Federal do Paraná, UFPR - 1956.
Professor catedrático (Mineralogia e Geologia econômica) - UFPR - 1956.

Participações

Academia Latino Americana de Ciências.
Sociedade Brasileira de Geologia.
Geological Society of America.
Associação dos Geógrafos Brasileiros.
Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência.

Condecorações

Comendador da Ordem Nacional do Mérito Científico - Presidente da República do Brasil - Jun/1995
Grã-Cruz da Ordem Nacional do Mérito Científico - Presidente da República do Brasil - Jul/2000

Homenagens

Engenheiro de Destaque - Instituto de Engenharia do Paraná – 1969

Medalhas

Medalha de Ouro José Bonifácio de Andrada e Silva - Sociedade Brasileira de Geologia – 1966

Prêmios

Prêmio Heleno Fragoso - Centro Heleno Fragoso pelos Direitos Humanos
Prêmio Francisco Sales de Azevedo - Sociedade Brasileira de Cerâmica
Prêmio Almirante Álvaro Alberto – 1992
Prêmio Pritaneu dos Profissionais Notáveis - Rotary Club de Curitiba Oeste - 2002

Títulos Honoríficos

Título Cidadão Benemérito do Paraná - Governo do Estado do Paraná - 1997
Título Vulto Emérito - Município de Curitiba - 1998
Título Cidadão Honorário - Município de Guarapuava - 1998
Título Cidadão Benemérito - Município de Matinhos – 1999

Publicações Selecionadas

BIGARELLA, J. J. and SALAMUNI, R. 1961. Early mesozoic wind patterns as suggested by dune bedding in the Botucatu sandstone of Brazil and Uruguai. Geol. Soc. Am., vol. 72, p. 1089-1106.

BIGARELLA, J. J. 1972. Eolian environment; their characteristics, recognition, and importance. In Recognition of ancient sedimentary environments., vol. 16, p. 12-62. Soc. Paleont. Mineral. In: RIGBY, J.K. & HAMBLIN, W.K.(eds.)

BIGARELLA, J. J. 1973. Paleocurrents and the problem of continental drift. Geol. Rundschau., vol. 62, no. 2, p. 442-477.

BIGARELLA, J. J. 1975. Lagoa dune fields (State of Santa Catarina, Brazil), a model of eolian and pluvial activity. Bol. Paran. Geoci., vol. 33, p. 133-167.

BIGARELLA, J. J. and SALAMUNI, R. 1977. Some palaeogeographic features of the Brazilian Devonian. Bol. Par. Geoci., vol. 21, p. 133.

Veja agora alguns flagrantes desse importante evento:

O homenageado emocionou-se juntamente com sua esposa, com as belas palavras de apresentação proferidas pelo Companheiro Kampmann

A mesa principal foi composta, da esquerda para direita, Comp. Ilian, o casal Bigarella, o Presidente Titton e a esposa Letícia, a pritane de 1999 Edite Pizzatto e o Companheiro Silvio

Dr. João Bigarella recebe a homenagem das mãos do seu idealizador, Companheiro Guido Arzua, Diretor de RI 1983/85

O casal Bigarella posa ao lado dos Companheiros do Clube, após receber a merecida homenagem.

Letícia, a esposa do Presidente Titton, entrega uma lembrança à esposa do homenageado.

O coordenador do Programa Pritaneu, Companheiro Toso, posa juntamente com sua esposa Marli ao lado do casal homenageado

Claudio e Monica Ruaro, Dr. Bigarella, Companheiro Kampmann,dona Iris Bigarella, Marli Toso, Letícia e o Presidente Titton

Dr. Bigarella ao lado do Diretor de RI 1983/85, Companheiro Guido Arzua e o Presidente David Titton

  Voltar
Leia mais [+]
Leia mais [+]
Leia mais [+]
Leia mais [+]
Leia mais [+]
Leia mais [+]
Leia mais [+]
Leia mais [+]
[+] Lista Completa de Notícias
"Ausente a Cultura, prevalece a força da ignorância." João Darcy Ruggeri