Terça-feira, 19 de junho de 2018 - R.C. de Curitiba Oeste - Distrito 4730 - © 2013
   | | | | |
 
   
Rotary Club de Curitiba Oeste Rotary Club de Curitiba Oeste

Rotary Club de Curitiba Oeste Tudo sobre Rotary Rotary Club de Curitiba Oeste Notícia do Curitiba Oeste Rotary Club de Curitiba Oeste Notícias e Informações

 

Dra. Zilda Arns recebe o pritaneu 2000

24/10/2000

Zilda Arns - Premio Pritaneu
Da esq. para direita: Presidente Denis e sua esposa Waldenei,
Dra. Zilda Arns e EDRI Guido Arzua

Em almoço muito concorrido e em meio a muita emoção e alegria, o Rotary Club de Curitiba Oeste concedeu à Dra. Zilda Arns o Título de Pritane 2000, parte de um programa denominado Pritaneu que anualmente no mês de Outubro agracia Profissionais Notórios que apresentaram e apresentam boa reputação e ilibada conduta, no campo das atividades econômicas e sociais, públicas ou privadas.

O referido título pode ser concedido a qualquer pessoa indicada para membro do Pritaneu pelos Companheiros do Oeste e referendada pelo seu Conselho Diretor, preferencialmente a pessoas não tenham a condição de Rotariano.

Dra. Zilda Arns se emocionou e emocionou a todos os presentes ao fazer referência a situações do início da Pastoral da Criança, bem como, sobre os resultados que a mesma ostenta atualmente.

O Título Pritaneu foi uma inspiração do Diretor de RI 1983/1985 Guido Arzua, em 1990. De lá para cá já foram agraciadas as seguintes personalidades de nossa sociedade:

em 1990 o Pastor e Professor OSWALDO SOEIRO EMRICH e o Professor Dr. RICARDO PASQUINI;

em 1991 a segunda edição do Programa foi CANCELADA devido ao não comparecimento do Gov. Jaime Lerner;

em 1992 o Professor Dr. JULIO CEZAR UILI COELHO e a Professora MARIA DE LOURDES CANZIANI;

em 1993 o Empresário Dr. FRANCISCO CUNHA PEREIRA Fº e o Médico e Prof. LUIZ ROBERTO GOMES VIALLE;

em 1994 o Botânico e Prof. GERDT G. HATSCHBACH;

em 1995 o Engº Agrônomo HELIO PIMENTEL;

em 1996 a Prof. e Poetisa HELENA KOLODY;

em 1997 o Engº Arquiteto RUBENS MEISTER; em 1998 o Biólogo Geneticista NEWTON FREIRE MAIA;

em 1999 a Professora EDITE PIZZATTO;

e finalmente em 2000 a Sanitarista ZILDA ARNS NEUMANN.

Para instituição deste notável programa, o Companheiro Guido inspirou-se na Grécia antiga, onde havia uma instituição denominada Pritaneu. Era o lugar de reunião dos Pritanes, acompanhados de grande número de funcionários públicos e certos cidadãos, a quem se concedia tal privilégio em recompensa pôr expressivos serviços prestados à Pátria. Por extensão, o Pritaneu era um estabelecimento fundado em favor dos Beneméritos da Pátria.

Parabéns Dra ZIlda Arns pelo notável trabalho a frente da Pastoral da Criança.

CURRICULUM VITAE DA DRA. ZILDA ARNS

 

médica pediatra e sanitarista
acadêmica nacional de medicina
acadêmica nacional imortal de economia
fundadora e coordenadora internacional da Pastoral da Criança
coordenadora nacional da Pastoral da Pessoa Idosa
conselheira do CDES da Presidência da República

 

FORMAÇÃO
Curso Universitário
1953 – 1959 Curso de Medicina - Universidade Federal do Paraná, Curitiba-PR, Brasil

Cursos de Especialização
1977 – Curso de Especialização em Educação em Saúde Materno Infantil - Faculdade de Saúde Pública – USP, São Paulo-SP, Brasil
1977 – Curso de Especialização em Saúde Pública para Graduados em Medicina - Faculdade de Saúde Pública – USP, São Paulo-SP, Brasil
1975 – Curso de Especialização em Administração de Programas de Saúde Materno- Infantil - OPAS – Organização Panamericana de Saúde /OMS – Organização Mundial da Saúde e Ministério da Saúde, Rio de Janeiro-RJ, Brasil
1972 – Curso de Especialização em Pediatria Social - Universidade de Antióquia, Medelin, Colombia.
1967 – Curso de Especialização em Pediatria - Sociedade Brasileira de Pediatria, Rio de Janeiro-RJ, Brasil
1961 – Curso de Especialização em Educação Física. Curitiba-PR, Brasil.

Cursos de Aperfeiçoamento
1982 – Treinamento em Principles of the Management of Family Health and Family Planning Programs. Johns Hopkins University, Baltimore, USA
1981 – Estágio em Educação em Saúde no Miami Hospital de Ohio, USA e em diversas comunidades vinculadas ao Programa Paraná/Ohio, junto ao trabalho de voluntários, sob o patrocínio do programa, em Cleveland. Ohio, USA
1977 – Curso de Higiene Materno-Infantil. Curso de Dinâmica Populacional. Curso de Epidemiologia e Profilaxia das Doenças de Nutrição. Faculdade de Saúde Pública – USP, São Paulo-SP, Brasil

ATIVIDADES PROFISSIONAIS
Fundadora e Coordenadora Nacional da Pastoral da Criança 1983-2008
• Foi convidada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, com o apoio do Unicef, a trabalhar com a Igreja em um programa pela sobrevivência infantil. Planejou o trabalho junto com Dom Geraldo Majella Agnelo, Arcebispo de Londrina. As atividades seriam desempenhadas por líderes comunitários junto às famílias carentes, através de uma metodologia em que as mulheres são agentes de transformação da sua família e da comunidade.
• Operacionalizou esse trabalho com base na Mística Cristã e na partilha de conhecimentos científicos sobre Ações Básicas de Saúde, Nutrição e Educação, para que fosse concretizado por líderes comunitários junto às famílias vizinhas. O trabalho foi chamado Pastoral da Criança. O que o destacou desde o início foi a mística cristã, o treinamento dos agentes selecionados na própria comunidade, o sistema de informação, acompanhamento, animação, troca de experiências e avaliação contínuas.
• Com 20 anos de fundação, a Pastoral da Criança está implantada em todo o território brasileiro, nos 27 Estados. São 3.549 municípios, 286 Dioceses, 5.517 Paróquias, 32.222 comunidades e 122.026 líderes voluntários capacitados, acompanhando 1.590.312 crianças menores de seis anos de idade, 71.797 gestantes e beneficiando 1.156.554 famílias (dados do ano de 2002).
Coordenadora da Pastoral da Criança Internacional desde 2006
A Pastoral da Criança firmou um Consórcio com a entidade camiliana Salute e Sviluppo, com sede na Itália, para desenvolver a Pastoral da Criança Internacional (PCI). Em 2008, foi fundada a Pastoral da Criança Internacional, com sede no Uruguai.
Coordenadora Nacional da Pastoral da Pessoa Idosa desde 2004 nomeada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil-CNBB, coordenadora nacional da Pastoral
da Pessoa Idosa.
Conselheira Conselho Nacional de Saúde 1991-2009 como Representante Titular da CNBB – Conferência Nacional dos Bispos do Brasil
Coordenadora da Comissão Intersetorial de Saúde do Índio, do Conselho Nacional de Saúde 1998- 2007
Membro do Conselho Curador e Fiscal da Fundação Roberto Marinho desde 2001
Membro del Equipo de Reflexión de Pastoral de la Infancia del Departamento de Justicia y Solidaridad del Consejo Episcopal Latinoamericano – CELAM desde 2008
Conselheira do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social – CDES desde 2003
Conselheira no Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional – CONSEA 2003-2007
Membro da Comissão Nacional sobre Determinantes Sociais da Saúde desde 2006
Conselheira no Conselho de Administração da Bolsa de Valores Sociais desde 2003
Eleita Membro Suplente do Conselho da República 2001
Conselheira no Conselho da Comunidade Solidária 1999-2002
Membro da Equipe da Coordenação da 9ª, 10ª,11ª Conferência Nacional de Saúde 1992, 1996 e 2000
Coordenadora da VIII e IX Plenárias Nacionais de Conselheiros de Saúde do Brasil 1999 e 2000
Membro do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente-CONANDA 1994-1996
Coordenadora Materno-Infantil do Ministério da Saúde 1993-1995
Co-fundadora do Comitê de Mortalidade Infantil do Ministério da Saúde 1994
Diretora do Departamento de Saúde Materno-Infantil e Coordenadora Inter-secretarial do Programa de Saúde Escolar do Departamento de Saúde Pública do Estado do Paraná 1980-1982
• Destacou-se na reorganização dos Postos de Saúde do Estado, priorizando Ações Básicas de Saúde Materno Infantis. Introduziu a Terapia da Reidratação Oral, Aleitamento Materno e Educação para o Planejamento Familiar, dando ênfase aos Métodos Naturais. Junto à Secretaria de Educação, iniciou o Programa de Saúde Escolar. Nesse programa de Saúde Escolar, destacaram-se a introdução dos “Bochechos de Flúor”, as Clínicas Odontológicas Volantes, o Programa de Informações sobre o Aleitamento Materno e o Saneamento Básico para Pais, Mestres e Alunos.
Coordenadora da Campanha de Vacinação Sabin 1980
• Em 1980, surgiu a epidemia de Poliomielite em União da Vitória, Paraná. O Secretário de Saúde a nomeou para coordenar a Campanha da Vacinação Sabin, cujo modelo serviu de base ao Ministério da Saúde, na extensão da campanha a todos os Estados do Brasil.
Coordenadora do Ano Internacional da Criança do Estado do Paraná 1979
• Destacou-se por operacionalizar um Plano Intersetorial em benefício da criança, no qual se integravam as Secretarias de Saúde, Educação, Agricultura, Prefeituras e Igreja. As entidades planejaram, executaram e acompanharam juntas as atividades de Nutrição (aleitamento materno, hortas comunitárias e domiciliares, utilização da soja na alimentação), Saneamento Básico, especialmente dirigido às escolas, Imunizações das gestantes e das crianças menores de quatro anos e escolares. Com o patrocínio do Unicef e do Ministério da Saúde, coordenou cinco Encontros Regionais com esses organismos.
Diretora da Divisão de Proteção Social do Departamento Estadual da Criança - Secretaria de Saúde Pública 1967-1978
• Nesse mesmo período, de 1967 a 1974, ocupou concomitantemente a chefia da Divisão de Proteção Social do Departamento Estadual da Criança, quando estendeu os benefícios dos Clubes de Mães aos municípios do interior do Paraná, criando 333 unidades, realizando Cursos para orientadoras de Clubes de Mães, como o apoio do PPMI Saza Lattes. Ao mesmo tempo, implantou o fichário central, onde se disciplinavam as referências e contra-referências dos Postos de Saúde oficiais e particulares, para evitar duplicidade no atendimento à Saúde Materno Infantil.
Diretora Técnica da A.P.M.I Saza Lattes 1965-1978
• Em 1965, foi nomeada Diretora Técnica da entidade filantrópica APMI Saza Lattes. Ocupou o cargo até 1978. Destacou-se na organização de 21 Postos de Saúde e 26 Clubes de Mães, que funcionavam ao lado dos Postos e integrados aos Programas de Educação em Saúde. As alunas da Escola de Magistério de Educação Familiar faziam estágios nos clubes de mães. Os médicos residentes em Pediatria do Hospital de Crianças Cezar Pernetta, ligado à Universidade Católica do Paraná, faziam estágios nos Postos de Saúde Materno Infantis da APMI da Saza Lattes. A organização, a participação comunitária e o trabalho interdisciplinar articulado fizeram com que essa entidade fosse considerada modelo em assistência materno-infantil por diversas organizações científicas e pelo Ministério da Saúde.
Médica Pediatra do Hospital de Crianças Cezar Pernetta 1955-1964
• No primeiro ano de Medicina, 1954, morou no Hospital Nossa Senhora das Graças, das Irmãs de St. Vicente de Paula, em Curitiba, trabalhando voluntariamente na maternidade. A partir do segundo ano, 1955 a 1959, trabalhou voluntariamente no ambulatório e enfermaria de crianças menores de um ano, no Hospital de Crianças Cezar Pernetta da Secretaria de Saúde Pública do Paraná. Em 1960 foi nomeada Médica do Quadro Estatutário da Secretaria de Saúde do Estado do Paraná, continuando a atender a menores de um ano de idade, até 1964, no mesmo hospital.
Nesse ano, a Assistência Materno-Infantil de Curitiba começou a ser descentralizada para as periferias. Nisto, a Dra. Zilda foi transferida para o trabalho alternado de atendimento à saúde da Criança na periferia, em dois Postos de Saúde da Associação de Proteção à Maternidade e à Infância Saza Lattes.

  Voltar
Leia mais [+]
Leia mais [+]
Leia mais [+]
Leia mais [+]
Leia mais [+]
Leia mais [+]
Leia mais [+]
Leia mais [+]
[+] Lista Completa de Notícias
"Ausente a Cultura, prevalece a força da ignorância." João Darcy Ruggeri