Terça-feira, 19 de junho de 2018 - R.C. de Curitiba Oeste - Distrito 4730 - © 2013
   | | | | |
 
   
Rotary Club de Curitiba Oeste Rotary Club de Curitiba Oeste

Rotary Club de Curitiba Oeste Tudo sobre Rotary Rotary Club de Curitiba Oeste Notícia do Curitiba Oeste Rotary Club de Curitiba Oeste Notícias e Informações

 

Newton Freire Maia recebe o Pritaneu 1998

27/10/1998

Newton Freire Maia - Pritaneu 1998
Dr. Newton encantou a todos com seu exemplo de vida

Em almoço muito concorrido e em meio a muita emoção e alegria, o Rotary Club de Curitiba Oeste concedeu ao Professor Newton Freire Maia o Título de Pritane 1998, parte de um programa denominado Pritaneu que anualmente no mês de Outubro agracia Profissionais Notórios que apresentaram e apresentam boa reputação e ilibada conduta, no campo das atividades econômicas e sociais, públicas ou privadas.

O referido título pode ser concedido a qualquer pessoa indicada para membro do Pritaneu pelos Companheiros do Oeste e referendada pelo seu Conselho Diretor, preferencialmente a pessoas não tenham a condição de Rotariano.

Professor Newton impressionou a todos ao fazer referência a trabalhos e atividades que desempenhou com dedicação e honestidade por toda a sua vida profissional.

O Título Pritaneu foi uma inspiração do Diretor de RI 1983/1985 Guido Arzua, em 1990. De lá para cá já foram agraciadas as seguintes personalidades de nossa sociedade:

em 1990 o Pastor e Professor OSWALDO SOEIRO EMRICH e o Professor Dr. RICARDO PASQUINI;

em 1991 a segunda edição do Programa foi CANCELADA devido ao não comparecimento do Gov. Jaime Lerner;

em 1992 o Professor Dr. JULIO CEZAR UILI COELHO e a Professora MARIA DE LOURDES CANZIANI;

em 1993 o Empresário Dr. FRANCISCO CUNHA PEREIRA Fº e o Médico e Prof. LUIZ ROBERTO GOMES VIALLE;

em 1994 o Botânico e Prof. GERDT G. HATSCHBACH;

em 1995 o Engº Agrônomo HELIO PIMENTEL;

em 1996 a Prof. e Poetisa HELENA KOLODY;

em 1997 o Engº Arquiteto RUBENS MEISTER;

e finalmente em 1998 o Biólogo Geneticista NEWTON FREIRE MAIA.

Para instituição deste notável programa, o Companheiro Guido inspirou-se na Grécia antiga, onde havia uma instituição denominada Pritaneu. Era o lugar de reunião dos Pritanes, acompanhados de grande número de funcionários públicos e certos cidadãos, a quem se concedia tal privilégio em recompensa pôr expressivos serviços prestados à Pátria. Por extensão, o Pritaneu era um estabelecimento fundado em favor dos Beneméritos da Pátria.

Parabéns Dr. Newton pelo notável trabalho como professor, pesquisador e Geneticista

.

CURRICULUM VITAE DO DR. NEWTON FREIRE MAIA

O professor Newton Freire-Maia teve um significado muito especial para a Ciência do país todo, principalmente no que concerne à Genética, que é uma parte da Biologia que ele e algumas outras poucas pessoas introduziram no país nas décadas de 1940 e 1950. Foi ainda um dos criadores, no Brasil, de uma área específica da Genética que é a Genética Humana.

Trabalhava desde 1946, dando aulas, recebendo aulas e pesquisando, na Universidade de São Paulo - USP - quando foi convidado, em 1951, a mudar-se para a Universidade Federal do Paraná (na época Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras) que tinha carência de professor na área de Genética, que estava então sendo introduzida no Brasil. Na Universidade Federal Do Paraná criou o Laboratório de Genética, que posteriormente originou o Departamento de Genética, no qual ficou trabalhando até aposentar-se e, sem interrupção, por mais 24 anos, até seu falecimento. Foram 52 anos de trabalho na Universidade Federal Do Paraná.

ÁREAS DE TRABALHO

De início o professor Newton Freire-Maia trabalhou com drosófilas, que são pequenas moscas encontradiças próximas às frutas maduras. Estudou as características genéticas das populações destas moscas, que foram fundamentais para a compreensão dos fenômenos genéticos e que foram o principal material de trabalho para fazer da Genética o que ela é hoje.

Tinha obtido conhecimentos nesta área com o grande evolucionista russo Theodosius Dobzhansky, que esteve no Brasil por longas temporadas dando cursos para professores universitários, e que foi o principal responsável pela introdução da Genética no Brasil.

Posteriormente o professor Newton Freire-Maia trabalhou com seres humanos, inicialmente com casamentos consangüíneos, que são casamentos entre pessoas aparentadas entre si, avaliando os efeitos da consangüinidade entre seus descendentes. Seus trabalhos nesta área ajudaram a compreender os efeitos de alelos de genes prejudiciais em diferentes populações, do Brasil e de outros países.

Foi um dos primeiros no país a realizar um serviço de Aconselhamento Genético, que consiste em esclarecer pessoas leigas sobre questões ligadas às características (principalmente doenças) de origem genética.

Com seres humanos trabalhou por muitos anos com um conjunto de doenças denominado Displasias Ectodérmicas, sendo elas originadas por malformações de dentes, unhas, cabelo e glândulas sodoríparas (glândulas que produzem o suor). Foi o idealizador de uma forma de classificação destas displasias que é hoje utilizada em todo o mundo, tendo ele mesmo, juntamente com colaboradores, descrito e classificado dezenas delas, o que equivale a mais de 10% de todas as displasias ectodérmicas descritas pelo mundo todo.

DADOS BIOGRÁFICOS

O professor Newton Freire-Maia nasceu em 29 de junho de 1918, na cidade de Boa Esperança, em Minas Gerais. Teve quatro filhos com sua esposa dona. Flávia Leite Naves Freire-Maia, com a qual viveu por 24 anos, até o falecimento dela. Casou-se então com a professora Eleidi Alice Chautard-Freire-Maia, com a qual viveu por 29 anos, até falecer.

PRODUÇÃO CIENTÍFICA

Ao todo, o professor Newton Freire-Maia produziu 474 obras bibliográficas, distribuídas do seguinte modo:

Artigos publicados em periódicos 345
Completos 201
Resumos 144
Trabalhos publicados em anais de eventos 36
Completos 3
Resumos 33
Livros ou capítulos de livros 53
Livros publicados (em primeira edição) 19
Livros publicados (reedições) 11
Livro não-publicados 1
Capítulos de livros publicados 22
Textos em jornais ou revistas não-científicos 34
Jornais não-científicos 28
Revistas não-científicas 6
Demais tipos de produção bibliográfica 6

O professor Newton Freire-Maia, ao longo de sua carreira científica orientou direta ou indiretamente, formalmente ou não, dezenas de teses de mestrado e doutorado.

Foi sócio fundador da Sociedade Brasileira de Genética, tendo exercido a presidência, a vice-presidência e outros cargos administrativos nela. Foi também sócio fundador da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, tendo exercido nela também, cargos de presidente, vice-presidente e presidente do Conselho Administrativo.

Foi o representante do Brasil, por um ano, na Organização Mundial da Saúde.

Proferiu inúmeras palestras, participou de inúmeros seminários e mesas redondas, sendo inúmeros também os cursos ministrados em instituições brasileiras e estrangeiras.

Realizou visitas, contatos científicos e trabalhos em diversas regiões do Brasil e em 27 países, sendo mais extensamente em três deles: Estados Unidos, Suíça e Portugal.

TÍTULOS

Recebeu vários prêmios e outras honrarias no Brasil e fora dele, sendo alguns daqueles, da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), do Conselho Nacional do Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), do Governo do Estado do Paraná, da Sociedade Brasileira de Genética (SBG), Academia Brasileira de Ciências (ABC), da Academia Nacional de Medicina, da Universidade Federal do Paraná, do Instituto Ciência e Fé, das Prefeituras Municipais de Curitiba e de Boa Esperança (MG), da Assembléia Legislativa do Estado do Paraná, do Jornal “Indústria e Comércio”. Recebeu ainda o Prêmio Heleno Fragoso pelos Direitos Humanos; nos Estados Unidos, recebeu prêmio, pelos seus trabalhos científicos com as displasias ectodérmicas, da National Foundation for Ectodermal Dysplasias e recebeu, do Ministério da Ciência e Tecnologia do Governo Federal, a Comenda da Ordem Nacional do Mérito Científico.

CARACTERÍSTICAS PESSOAIS

O professor Newton Freire-Maia despertou sempre admiração das pessoas que o conheciam pessoalmente, por aliar uma grande capacidade para as atividades da Ciência com um caráter fora do comum. Apresentou sempre os mais nobres valores, comportando-se sempre fielmente de acordo com estes princípios morais. Defendeu por toda a vida o direito ao pensamento e à sua livre expressão, e fez que seus alunos e orientados também o fizessem. Mesmo em momentos politicamente difíceis, manteve-se sempre com este direcionamento, às vezes arcando com o preço de sua postura. Incentivou o pensamento crítico em seus alunos, o que considerava um dos alicerces da Ciência. Estimulou sempre o respeito aos outros, mesmo nos casos em que isto era mais difícil de realizar. Teve sempre uma postura de valorização da honestidade e de respeito ao Bem Público, o que passou fortemente aos que com ele conviveram. Estes valores e este comportamento nortearam o de seus alunos e orientados, que por isto sentem-se seus devedores e admiradores.

  Voltar
Leia mais [+]
Leia mais [+]
Leia mais [+]
Leia mais [+]
Leia mais [+]
Leia mais [+]
Leia mais [+]
Leia mais [+]
[+] Lista Completa de Notícias
"Ausente a Cultura, prevalece a força da ignorância." João Darcy Ruggeri